Artigo

Bitcoin deve ser o “principal sistema de pagamento do mundo em 10 anos”

Um novo estudo da DataLight comparando o Bitcoin aos provedores de pagamento legados, que também incluíam o PayPal, mostra um rápido avanço das criptomoeda desde sua criação em 2009.

“Em apenas 10 anos, a Bitcoin conseguiu competir com os líderes da indústria de sistemas de pagamento. O desenvolvimento do Bitcoin está ocorrendo exponencialmente”, resumiu a empresa.

Se mantiver esse ritmo, em 10 anos, ultrapassará toda a concorrência.

A Visa apareceu pela primeira vez no mercado em 1958, seguida pela MasterCard em 1966. O PayPal, lançado em 1998, já se estabeleceu como um concorrente para os veteranos do setor, enquanto o progresso do Bitcoin é ainda mais rápido.

DataLight vai além, prevendo que, apesar de seus atuais obstáculos técnicos, o Bitcoin se tornará a rede de pagamento mais importante do mundo.

_______

“No momento, o sistema de pagamento dO Bitcoin é muito superior aos pagamentos internacionais convencionais e transferências eletrônicas”, continuou.

É quase certo que a melhoria técnica da rede do Bitcoin fará dela o principal sistema de pagamento do mundo.

A defesa dinâmica da DataLight ao Bitcoin deriva da análise de sua atual atividade de rede. Apesar de ficar atrás de players baseados em moeda fiat que são significativas em certas áreas, como capacidade, o Bitcoin se destaca em outros lugares, por exemplo, no valor médio de transação.

Em 2018, o valor médio de transações com Bitcoin foi de US $ 41 615, comparado com US $ 90 para a Visa, US $ 80 para a MasterCard e US $ 58 para o PayPal. Isso aponta para a utilidade do Bitcoin como um método de transferência de grandes quantias, que os investidores preferem devido à estrutura de taxas que favorece somas significativas sobre os micropagamentos.

Comparação crescimento Bitcoin / Visa / Mastercard / Paypal. Imagem: DataLight

A DataLight observou os benefícios da descentralização no Bitcoin, que tem mais de 10.000 ‘data centers’ – ou nós – suportando sua rede, em comparação com 119, 98 e 51 para Visa, MasterCard e PayPal, respectivamente.

O número de endereços de Bitcoin, atualmente em torno de 25 milhões, é consideravelmente menor do que o número de cartões de crédito e débito em circulação, mas a capitalização por ‘conta’ também supera as redes de pagamento existentes.

Os pesquisadores estão longe de estarem sozinhos em suas previsões de alta para o Bitcoin nos próximos anos.

Fonte: LiveCoins

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *