ArtigoCuriosidades sobre GPDicasDicas sobre GP

O ágil, o digital e as pessoas. Uma breve história da gestão de projetos hoje

Muito se fala na gestão de projetos embarcando o que o mundo produziu em conhecimento e isso é fascinante. Considerar inteligência artificial, deep learning, realidade aumentada, e outras abordagens é algo que nos faz pensar que estamos no caminho certo em direção ao conhecimento, produtividade e baixo custo.

Como uma canoa que segue o rio, nos demos conta que estamos descendo e não subindo seu curso quando olhamos para sua margem. Quando nos movimentamos, pode parecer involuntário, mas a paisagem denuncia que de fato nos movemos – mesmo parecendo que não aplicamos esforço algum ou que este não seja suficiente.

 

Pausa para café

Em 6 anos da consultoria que ajudei a criar, acompanhei de perto a evolução do mercado. Transitando entre a necessidade de inovar e a frustração de ainda não haver chegado no nirvana prometido por uma metodologia, abordagem ou sistema. Um sem-número de cafés depois, percebi o quanto meus colegas de mercado aos poucos perdem o brilho, o frescor ou mesmo a alegria da busca.

 

Pílula vermelha ou azul

Entre continuar se percebendo devedor de algo (F.O.M.O. é o nome disso, descobri) ou descer da canoa para compreender o que está acontecendo, o mercado opta por olhar para outras canoas que descem o rio – como concorrentes, umas mais a frente e outras quase nos alcançando. Todas cheias, abarrotadas de fórmulas, metodologias e ferramentas.

E isso não tem como dar certo.

 

A margem é a chave

Ao se aproximar da margem, podemos ter um misto de satisfação e preocupação. A realização por transpor problemas históricos do mercado através do respeito, colaboração,  governança, especialização e sustentabilidade fazem um contraponto à frustração, medo e ansiedade.

Com um pé na canoa e o outro na margem, pode-se olhar, ver e respirar um pouco.

Compreender que precisamos de pouca bagagem, mas que são reconhecidamente eficientes, como:

  • O quanto me conheço – autoconhecimento
  • A agilidade no meu contexto – um manifesto ágil para chamar de seu
  • Ser especialista – algum conhecimento técnico profundo

O caminho é o objetivo e viver é evoluir.

Gustavo Teixeira, pmbasis founder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *